SOLUÇÃO INTEGRADA DIGIEYE PARA CAIXAS ELETRÔNICOS

mar 25, 2020 CASES

NÚMERO DE EQUIPAMENTOS DIGIEYE: 800+
AONDE?: ITÁLIA

O Cliente é um banco Italiano que conta com uma base de 31 milhões de clientes e uma rede de mais de 11.000 agências espalhadas por 76 países. Este banco, um dos principais do mercado financeiro global, solicitou uma integração de mais de 800 DigiEye`s já instalados, com o objetivo de detectar atividades suspeitas nas proximidades dos mais de 1000 caixas eletrônicos já existentes.

Este banco já utiliza os sistemas de vídeo-vigilância DigiEye desde o início dos anos 90, o que significa uma base de instalação de mais de 800 agências protegidas por quase vinte anos pelos sistemas DigiEye.

O DESAFIO

PROTEÇÃO ANTI-ADULTERAÇÃO EM CAIXAS ELETRÔNICOS: O BANCO necessitava uma solução integrada ao sistema de vídeo-vigilância para detectar possíveis atividades suspeitas (por exemplo, instalação de dispositivos suspeitos) nas em seus terminais de caixas eletrônicos. O cliente já havia analisado diferentes soluções, foi decidido então uma integração de sistema / dispositivo somente através de software, aonde não fosse necessário nenhum dispositivo de hardware adicional. A questão chave para isso foi um projeto personalizado combinando a integração DIGIEYE / ATM com a base já instalada, feita com os sistemas COMPACT e 3G por um lado, e por outro os dispositivos ATM já configurados com seu próprio pacote ATM Security Agent. Por esse motivo, o BANCO solicitou a Techboard para integrar o sistema Multivendor da ATM Security Agent nos sistemas DigiEye, confiando na experiência e capacidade de integração da Techboard.

MONITORAMENTO AVANÇADO DE VÍDEO: Outra solicitação foi a proteção das caixas externas e internas dos caixas eletrônicos, alarmando automaticamente a central de monitoramento qualquer atividade suspeita. A Central deve então comunicar-se com a sala do caixa eletrônico e, em caso de ameaça grave, seja capaz de ativar uma série de sistemas de defesa. Os seguranças também devem poder acessar o vídeo ao vivo e status dos alarmes da área do caixa eletrônico, obtendo uma clara visão da situação.

A SOLUÇÃO

PROTEÇÃO ANTI-ADULTERAÇÃO DE CAIXAS ELETRÔNICOS: A solução fornecida pela Techboard foi além da detecção de possíveis atividades suspeitas nos arredores dos terminais do caixa eletrônico e excedeu as expectativas do usuário final.

De fato a integração desenvolvida com o DigiEye COMPACT / 3G / 3H e ATM permitiu detectar anomalias e mau funcionamento do terminal ATM e transmiti-las a central de monitoramento para o gerenciamento. Portanto, é possível receber notificações de eventos, como a inserção ou retorno do cartão, a abertura ou fechamento do terminal ou a violação do terminal.

A integração DIGIEYE COMPACT / 3G / 3H E ATM desenvolvida pela Techboard ocorre através da instalação do Software Agente de Segurança de diversos fornecedores nos caixas eletrônicos, permitindo a comunicação via LAN (protocolo TCP / IP) entre o DigiEye COMPACT / 3G / 3H e o dispositivo ATM. Cada DigiEye é capaz de monitorar até 4 caixas eletrônicos e pode receber os seguintes eventos:
Inserção / devolução do cartão, abertura/fechamento do dispensador de notas, violação ou bloqueio do dispensador.

Os eventos relatados pelo protocolo de comunicação permitem a detecção de atividades suspeitas e fraudulentas, que podem ser coordenadas com alarmes de vídeo no DigiEye para criar condições de alarme com base em critérios de avaliação especulativa (ou seja, quem, por que, onde) e acionar ações como gravação, ativação de saídas digitais, chamadas para o centro de controle etc.
Por exemplo, um alarme pode ser gerado quando uma pessoa fica perto do caixa eletrônico por um período determinado (Loitering Video Analytics) e nenhum cartão bancário for inserido no caixa eletrônico. Isso pode ser um risco potencial de ocorrer a adulteração.

MONITORAMENTO DE VÍDEO AVANÇADO PARA CAIXAS ELETRÔNICOS: A solução oferecida pela Techboard é a tecnologia mais atual em análise de vídeo para detectar e informar a central de monitoramento qualquer situação potencial de risco.

Para caixas eletrônicos instalados em ambiente externo, as modalidades de vídeo análise oferecidas foram utilizadas para identificar pessoas vadiando próximo aos terminais. Outra condição que pode ser detectada e reportada pelo sistema DigiEye é o fato de a pessoa que está utilizando o ATM está com a face completamente visível, sem qualquer cobertura. E tudo isso não requer a instalação de qualquer equipamento adicional, tudo é feito utilizando ferramentas do sistema rodando no sistema de vídeo-vigilância do DigiEye, utilizando até mesmo câmeras analógicas antigas, já instaladas pelo banco.
Nos caixas instalados em ambiente interno, análises de vídeo ainda mais sofisticadas foram utilizadas. O banco possui uma política de portas abertas durante o período diurno, foi utilizada então uma solução baseada em vídeo análise para a contagem de pessoas no interior da área dos caixas eletrônicos. Outro recurso de análise foi utilizado para disparar imediatamente um alarme assim que uma pessoa com a face coberta adentrasse nesta área. Pessoas paradas por muito tempo nesta área, sem utilizar os caixas, também são motivo de alerta para a central. Todas as análises foram feitas utilizando antigas câmeras analógicas, anteriormente instaladas pelo banco, porém nas agências mais novas, novas e discretas câmeras IP, além das novas câmeras do tipo fisheye foram instaladas, para incrementar a performance do sistema de vídeo vigilância e reduzir o número de câmeras necessárias para cobrir detalhadamente toda a área.

GUARDA VIRTUAL: Outra potente ferramenta utilizada nas áreas de caixas eletrônicos é a presença do Guarda Virtual, ferramenta na qual um vídeo de um vigilante monitorando a área pode ser exibido em um monitor na sala dos caixas eletrônicos, e em caso de atividade suspeita, uma comunicação bidirecional em áudio e vídeo pode ser estabelecida. Desta maneira o vigilante pode alertar o suspeito e assegurar que ele saiba que está sendo monitorado. Um elemento de coação bastante poderoso.

SISTEMAS DE AÇÃO RÁPIDA DE SATURAÇÃO POR FUMAÇA: E por último, os sistemas de ação rápida de saturação por fumaça da Techboard foram instalados nas salas dos caixas eletrônicos como um sistema ativo de primeira defesa, podendo ser ativado por comando da central de monitoramento, ou automaticamente pelo sistema, quando houver condições ou sequências específicas de alarmes. Toda comunicação entre os sistemas bem como sua lógica é feito através dos DigiEye, o verdadeiro sistema de vídeo vigilância multifuncional.

OS BENEFÍCIOS

A solução integrada para caixas eletrônicos desenvolvida pela Techboard, utilizando os DigiEye Compact/3G/3H resolveu o problema do cliente com uma solução de integração somente via software. Entenda que esta integração não necessitou de nenhuma interface de hardware, ou seja, nenhuma intervenção física foi necessária nos locais aonde os DigiEye já estavam presentes. Ao contrário de outras soluções oferecidas no mercado, que necessitam de hardware adicionais, os DigiEye não possuem custos adicionais ou instalações recorrentes, proporcionando grande economia de tempo e dinheiro.

A integração DigiEye / ATM é um exemplo das capacidades da Techboard para integrações simples, porém poderosas com outras tecnologias de segurança de outros fabricantes. Desde novembro de 2012, esta solução desenvolvida pela Techboard para este banco já instalou mais de 400 sistemas, permitindo interface com mais de 500 caixas eletrônicos e este número continua crescendo.

Por domotec

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *